...

...
ATUALIZANDO SEMPRE A INFORMAÇÃO

quarta-feira, 11 de junho de 2014

BANDO É PRESO ACUSADO DE MATAR JOVEM POR CAUSA DE 20 R$ E FOTOGRAFAR CORPO DA VÍTIMA NA PARAIBA


Um par de chinelos deixado na cena do crime foi fundamental para a prisão, nesta quarta-feira (11), de quatro homens envolvidos em um homicídio na cidade de Alagoinha, no Brejo do estado a 122 km de João Pessoa. De acordo com o delegado da 8ª Seccional da Polícia Civil de Guarabira, Walter Brandão, Marcos André Francisco de Sousa, de 30 anos, foi morto no domingo (8), porque devia R$ 20 ao tráfico de drogas. O corpo da vítima foi fotografado pelo executor.
“O crime ocorreu na madrugada do domingo (8), em Alagoinha. Fomos até o local e conseguimos colher informações precisas sobre o homicídio. O par de chinelos pertencente a Diego dos Santos, 18 anos, que foi o executor do crime, foi crucial para a gente chegar até ele e prender o resto do grupo. A vida do jovem – que era viciado em drogas - custou R$ 20”, revelou o delegado.

Ainda de acordo com Brandão, na tentativa de atrapalhar as investigações, Diego dos Santos ofereceu maconha a uma testemunha. “O Diego ofereceu um papelote de maconha para a testemunha ocular não comentar sobre o assassinato. Mas, a pessoa forneceu os detalhes de como ocorreu o crime. Inclusive, dizendo que após matar o Marcos André, ele voltou para o local do homicídio e fotografou a vítima para ter certeza da execução. Durante a prisão, encontramos o celular dele com a foto da vítima”.

Além de Diego, segundo o delegado, os policiais Civis e Militares prenderam Isaac Santa dos Santos, 18, Renan da Silva Araújo, 21, e Alessando do Nascimento, 35 anos. Todos possuem ficha criminal, conforme informou Walter Brandão. Os presos serão levados para a Penitenciária Padrão da Cidade de Guarabira.

O crime

Marcos André foi encontrado morto na manhã do Domingo (8), às margens de um córrego. Ele teria sido executado com um tiro na nuca. A família informou que ele tinha envolvimento com drogas.

Fonte: Portal Correio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com conciência não use o anônimato, aqui tem liberdade de expressão.